Dúvidas Frequentes

Quanto tempo leva para o contraste chegar até a parte examinada ?

De segundos a minutos, ou seja, durante a realização do exame após a injeção do mesmo.

Gestantes podem realizar Ressonância Magnética ?

A Ressonância Magnética não é recomendável realizar-se em pacientes gestantes na fase embriológica (menor que 12 semanas). Acima de 12 semanas (período fetal) não há contra-indicação absoluta, devendo ser avaliada em cada caso a indicação clínica.

Pode-se realizar Ressonância Magnética no mesmo período que está fazendo radioterapia?

De maneira geral a radioterapia não contra-indica a realização de Ressonância Magnética. Contudo, deve-se analisar o objetivo do exame, visto que após a radioterapia pode ocasionar inchaço no local aonde foi irradiado e ocasionar resultados da doença de aspecto distorcido.

A Tomografia Computadorizada causa algum tipo de reação em mulheres gestantes ?

Exames médicos de imagem são geralmente seguros durante a gravidez. Se você está grávida, e está tudo certo para realizar um exame de imagem quando o seu médico considerar necessário, para determinar o curso futuro da assistência médica, tenha em mente que sua saúde também é importante para a saúde do seu bebê. Ultra-som e Ressonância Magnética são procedimentos diferente de Raios-x. O ultra-som é comumente usado durante a gravidez, sem casos conhecidos de danos ao feto pelo procedimento. Apesar de não ser utilizado tão frequentemente como  ultrassom, o mesmo é verdade para Ressonância Magnética. Fluoroscopia radiografia, Tomografia Computadorizada (TC) todos usam raios-X para produzir imagens. Os raios-X são um exemplo de radiação ionizante. Este tipo de radiação pode ser prejudicial quando utilizados em quantidades elevadas, porém essas quantidades são raramente alcançadas em exames médicos. Portanto, o risco potencial é muito pequeno. Os potenciais riscos à saúde que possam ocorrer com as quantidades de radiação utilizadas na imagem são tão infrequentes que não foram capazes de ser detectados. Mesmo que o risco das radiações ionizantes sejam pequenas, é importante que o médico saiba que você está grávida quando um exame de imagem de raios-x, Tomografia Computadorizada for realizado. Estar ciente de sua gravidez pode ajudar o seu médico a selecionar o exame de imagem mais adequado para sua condição e manter a sua exposição à radiação em níveis baixos e apropriados para produzir as informações necessárias. Se você realizar um raios-x, Tomografia Computadorizada ou exame de medicina nuclear e descobrir que estava grávida, você não deve ficar preocupada. Na verdade, os exames de Tomografia Computadorizada que não incluem a pelve, a dose de radiação que o bebê (feto) recebe é muito menor do que a quantidade de radiação, que o mesmo vai receber a partir de radiação que existe naturalmente no meio ambiente e que toda mulher grávida é exposta em pequenas quantidades todo dia. Um cuidado e planejado exame de Tomografia Computadorizada não vai expor o seu bebê a niveis de radiação que comprometeriam o crescimento e o desenvolvimento do feto. Pode existir riscos quando múltiplos exames de TC da pelve são executados. Se você realizou um exame de Tomografia Computadorizada da pelve quando você não sabia que estava grávida, você deve discutir com seu médico. O médico pode considerar ter uma dose de radiação e análise de risco executada. Tal análise é altamente provável que demonstram que a radiação médica não coloca seu filho em qualquer perigo sério. Você deve seguir os conselhos do seu obstetra para garantir uma gestação saudável para seu bebê.


Fonte:
  http://www.radiologyinfo.org/en/safety/index.cfm?pg=ImageWiselyMenu

Porque não pode-se realizar exames com anestesia quando se está gripado ou com tosse ?

Existem dois fatores que contra-indicam anestesia em pacientes: gripe e/ou tosse:


* Pacientes gripados podem produzir rolhas nos brônquios, devido ao contato do oxigênio com a secreção existente nos pulmões quando o paciente está gripado, e com isso impedindo a respiração normal;


* Pacientes com secreções nos pulmões ou na garganta respondem com tosse, assim sendo, é indicado a remissão do quadro gripal para realização do exame com anestesia;


* Lembrando que todo paciente anestesiado recebe oxigênio suplementar via nasal.


Fonte: Dr. Cleber Benedito da Silva – CRMMT 2621 – Médico Anestesista  

 

Quem tem rinite alérgica ou trombose pode realizar Tomografia Computadorizada com contraste ?

Pode sim. Antes deve ser feito um preparo prévio orientado pelo serviço de imagens.

Uma Ressonância Magnética pode desmentir uma Tomografia Computadorizada?

Os exames de Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética são métodos de imagens diferentes, devendo ser interpretadas como tal e respeitando as diferenças técnicas entre os mesmos. Em geral são complementares. Desmentir, o que nós entendemos serem discordantes ou não confirmar achado em um ou achado em outro ou vice-versa, isso pode ocorrer devendo ser avaliado caso a caso.”

A Tomografia pode apresentar alguma reação após o exame, algum efeito colateral?

Após a realização de Tomografia Computadorizada pode-se retornar as atividades normalmente. Caso o paciente tenha realizado o procedimento sob anestesia, o mesmo deverá ir acompanhado e o médico anestesista do período irá fazer as orientações pós-anestésicas.

O que é Ressonância Magnética ?

A Ressonância Magnética Nuclear, ou RMN, é um método para produzir imagens altamente detalhadas de órgãos e tecidos em todo o corpo sem a necessidade de raios-X ou radiação "ionizante". Em vez disso, a RMusa um poderoso campo magnético, ondas de rádio, mudando rapidamente de campos magnéticos e umcomputador para criar imagens que mostram se apresenta lesão, doença ou condição anormal


Fonte: RSNA / Tradução: Google.

Posso realizar exame de Ressonância Magnética estando gestante ?

Se estiver grávida ou suspeita que esteja grávida, você deve notificar o tecnólogo e / ou radiologista antes do exame de Ressonância Magnética.

Em geral, não existem riscos conhecidos da RM em mulheres grávidas. No entanto, em pacientes gestantes, a RM é reservada para os problemas muito graves ou anormalidades suspeitas. 

Se você está amamentando na época do exame de Ressonância Magnética e vai receber a injeção de contraste, nestas circunstâncias, uma opção é a utilização de bombinha antes do procedimento para reservar alimento para o seu bebê. Elimina-se o contraste do corpo normalmente em 24 horas.

Fonte: RSNA / Tradução: Google.

O que sentirá antes e depois de receber o material de contraste ?

Contraste de Sulfato de Bário: Se for administrado um contraste composto de sulfato de bário, pedirá que não coma por várias horas antes do início do exame. Se o material de contraste for ingerido, você pode achar o gosto levemente desagradável, no entanto, a maioria dos pacientes pode facilmente tolerá-lo.É bom aumentar a ingestão de líquidos após o exame para ajudar a remover o contraste do corpo.O material é expelido do corpo pelas fezes.

Materiais de Contraste Iodado: Quando o contraste de iodo é injetado, pode-se sentir uma sensação de calor súbito e um gosto metálico na boca que pode durar poucos minutos. É bom aumentar a ingestão de água para ajudar a remover o contraste do corpo.

Gadolínio:
Quando o gadolínio é injetado é normal que se sinta frio no local da injeção, que geralmente é o braço, por um ou dois minutos.

Em todos os casos mencionados sobre a administração de contraste, caso o paciente não tenha sido sedado, não é necessário tempo para recuperação. Pode-se retornar dieta e atividades normalmente após a realização do exame. Ingerir mais água ajuda a acelerar a eliminação do contraste do organismo.

Fonte: RSNA/ Tradução: Google.  

Como os materiais de contraste agem no organismo?

Quando o material de contraste iodado e sulfato de bário estão presentes em uma área específica do corpo, bloqueiam ou limitam a capacidade dos Raios - X em passar por aquela área. Como resultado, os vasos sanguíneos, órgãos e outros tecidos do corpo temporariamente contendo compostos de iodo ou bário mudam sua aparência em imagens de Raios - X ou Tomografia Computadorizada. Quando a substância de Gadolínio está presente no corpo, altera as propriedades magnéticas de moléculas de água nas proximidades, aumentando a qualidade das imagens de RM.

Fonte:RSNA/ Tradução: Google  

Quais os tipos de materiais de contraste ?

Os materiais de contraste podem conter uma estrutura química que inclui o iodo, um elemento químico presente na natureza. Estes materiais de contraste podem ser injetados dentro das veias ou artérias.

O sulfato de bário é o material de contraste mais comum que se toma via oral.

O gadolínio é o principal componente do material de contraste utilizado na maioria das vezes nos exames de Ressonância Magnética.

Fonte: RSNA / Tradução: Google.  

Importância do Material de Contraste.

Os materiais de contraste são usados para melhorar as imagens do interior do corpo produzida por Raios-X, Tomografia Computadorizada (CT) e Ressonância Magnética Nuclear (RMN).

O contraste permite ao médico radiologista distinguir entre condições normais e anormais.

Quando introduzido no organismo, antes da avaliação em diagnóstico por imagem, o contraste faz com que certas estruturas ou tecidos se vejam diferentes do que se veriam se o material de contraste não fosse administrado.

Fonte: RSNA / Tradução: Google  

O que é Tomografia Computadorizada?

É um procedimento médico não invasivo que auxilia os médicos a diagnosticar e tratar diversos problemas de saúde.

O aparelho de Tomografia é uma junção de equipamento de raios-x com computadores de tecnologia avançada que produzem imagens do interior do corpo, permitindo que as mesmas sejam examinadas através de um monitor ou até mesmo que sejam impressas.

Utilizada para avaliação de órgãos internos, ossos, tecidos moles e vasos sanguíneos, a Tomografia proporciona não apenas maior clareza, bem como garante uma riqueza de detalhes que não era possível visualizar no raios-x convencional.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Qual o aspecto do aparelho de Tomografia Computadorizada?

O tomógrafo tem aparência de uma grande caixa com um pequeno túnel no centro. Agregada ao aparelho encontra-se uma mesa estreita, onde o paciente é posicionado, que desliza para dentro e para fora conforme a necessidade do exame. Ao redor dessa mesa fica localizado um anel que possui um tubo de raios-x e detectores eletrônicos de raios-x. Para processar as imagens tem o computador que fica em uma estação de trabalho separada da sala de exame, onde o tecnólogo opera o scanner e monitora o exame.  

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Como funciona um aparelho de Tomografia Computadorizada?

Os feixes de raios-x juntamente com os detectores eletrônicos de raios-x giram em torno do paciente, medindo a quantidade de radiação a ser absorvida pelo corpo. Simultaneamente a mesa move-se através do scanner fazendo com que os feixes sigam uma trajetória em espiral. Durante essa trajetória em espiral fatias bem finas são cortadas e na sequência um software específico processa e reagrupa as fatias proporcionando uma imagem detalhada e multidimensional do corpo para criação de imagens transversais que serão exibidas num monitor.

Os tomógrafos mais modernos são capazes de executar esse processo de uma grande parte do corpo em questão de segundos. Quem ganha com isso são os pacientes, principalmente crianças e idosos que tem dificuldade em permanecerem imóveis durante a realização do exame, além de doentes graves que exige pressa no diagnóstico para agilizar o tratamento.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Como é realizada a Tomografia computadorizada?

O tecnólogo posiciona o paciente na mesa de exame, geralmente deitado de costas, mas eventualmente há a necessidade de ser deitado de barriga para baixo. Correias e almofadas podem ser utilizadas para manter a posição correta durante o exame.

Em seguida, quando for necessário o uso de contraste, a técnica de enfermagem administra o meio de contraste, e pode ser via oral, intra-venosa ou via retal, depende do tipo de exame.

Na sequência a mesa em que o paciente encontra-se posicionado começa a se movimentar rapidamente para localizar o ponto de partida e então dar início ao exame. Depois a mesa move-se lentamente através do tomógrafo e começa assim a varredura de fato.

Pode ser preciso prender a respiração em alguns momentos para que não haja problema de definição da imagem.

Ao término do exame o tecnólogo verifica se a qualidade das imagens captadas é suficiente para a interpretação do médico radiologista.

A Tomografia Computadorizada dura em média 30 minutos.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Como devo me preparar para um exame de Tomografia Computadorizada?

- No dia do exame procurar vestir uma roupa mais solta, confortável.

- Objetos de metal que são de uso pessoal, como por exemplo, óculos, dentadura, aparelho auditivo, aparelho dentário móvel, jóias e prendedores de cabelo, devem ser deixados em casa ou devem ser removidos antes que o exame inicie.

- Ficar sem ingerir qualquer tipo de alimento ou líquido nas últimas quatro horas que antecedem o exame.

- Devido ao uso do meio de contraste, informar ao médico se está usando algum medicamento, bem como o tipo desse medicamento, além de comunicar se possui alguma alergia e se já esboçou algum tipo de reação adversa ao meio de contraste anteriormente.

- Se possui alguma doença, como por exemplo: doença cardíaca, asma, diabetes, doenças renais ou problemas da tiróide. Deve-se comunicar ao médico, pois podem aumentar o risco de reação ao meio de contraste.

- No caso das mulheres existe outra informação importante que deve ser dada ao médico, se existe a possibilidade de estar grávida.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

O que posso sentir durante e após a Tomografia Computadorizada?

A Tomografia Computadorizada é um procedimento geralmente indolor, fácil e rápido, com a chegada da Tomografia Helicoidal a quantidade de tempo tornou-se mais reduzida ainda.

Embora o processo por si só, não cause dor, pode haver algum desconforto em ter que permanecer imóvel por alguns minutos. Se o paciente for claustrofóbico ou sofre de dor crônica, o procedimento pode ser algo um tanto quanto estressante. Nestes casos o recomendável é que o exame seja agendado com sedação, onde um médico anestesista não somente faz a sedação, como também acompanha a realização do exame do início ao fim.

Na utilização do contraste o paciente pode ter diversas sensações. Quando a administração for via oral, o sabor é levemente desagradável, mas em geral facilmente de tolerar. Se o contraste for injetado via retal o paciente pode sentir cólicas abdominais e uma vontade de expelir o líquido.

Quando a mesa começa a movimentar-se, ouve-se um leve zumbido conforme o scanner gira em torno do paciente.

O paciente permanece sozinho na sala durante o tempo da varredura das imagens. No entanto o tecnólogo será capaz de ver, ouvir e falar com o paciente tempo todo.

Com pacientes pediátricos, o responsável pode acompanhar o exame, mas serão obrigados a usar um avental de chumbo para evitar exposição à radiação. 

Após o exame de tomografia computadorizada, você pode retornar a suas atividades normais. Se você tiver recebido o material de contraste,poderá receber instruções especiais.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quem interpreta os resultados de Tomografia Computadorizada e como faço para obtê-los?

Um médico, geralmente um radiologista com experiência em supervisão e interpretação de exames de radiologia, vai analisar as imagens e enviar um relatório assinado para o seu médico, que vai discutir os resultados com você.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quais são os benefícios e os riscos da Tomografia Computadorizada?

- Vendo uma tomografia computadorizada, um radiologista experiente pode diagnosticar muitas causas de dor abdominal com uma precisão muito elevada, permitindo um tratamento mais rápido e, muitas vezes eliminando a necessidade de suplementar, mais procedimentos invasivos de diagnóstico. 

- Quando a dor é causada pela infecção e inflamação, a velocidade, facilidade e precisão de um exame de tomografia computadorizada pode reduzir o risco de complicações graves, tais como aquelas causadas por uma apendicite ou divertículo rompido e a disseminação posterior da infecção. 

- A TC é indolor, não invasiva e precisa. 

- Uma grande vantagem da TC é sua capacidade de visualizar imagem do osso, tecidos moles e vasos sanguíneos, tudo ao mesmo tempo. 

- Ao contrário dos raios-X convencionais, a tomografia computadorizada proporciona imagens muito detalhadas de muitos tipos de tecidos, bem como os pulmões, ossos e vasos sanguíneos. 

- Exames de tomografia computadorizada são rápidos e simples, em casos de emergência, eles podem revelar ferimentos internos e sangramento, rápido o suficiente para ajudar a salvar vidas. 

- A TC tem se mostrado uma ferramenta com boa relação custo-benefício para uma ampla gama de problemas clínicos. 

- A TC é menos sensível ao movimento do paciente do que a Ressonância Magnética. 

- A TC pode ser executada se você tiver um dispositivo médico implantado de qualquer espécie, ao contrário da ressonância magnética. 

- Tomografia computadorizada fornece imagens em tempo real, tornando-se uma boa ferramenta para orientar os procedimentos minimamente invasivos, como biópsias e aspiração por agulhas de muitas áreas do corpo, especialmente os pulmões, abdome, pelve e ossos. 

- Um diagnóstico determinado por tomografia computadorizada pode eliminar a necessidade de uma cirurgia exploradora e biópsia cirúrgica. 

Nenhuma radiação permanece no corpo de um paciente após um exame de tomografia computadorizada. 

- Raios-X utilizados na tomografia computadorizada geralmente não têm efeitos colaterais. 

Riscos 

- Há sempre uma pequena chance de câncer por exposição excessiva à radiação. No entanto, o benefício de um diagnóstico preciso é muito superior ao risco. 

- A dose de radiação em vigor a partir deste procedimento é de cerca de 10 mSv, que é aproximadamente o mesmo que a pessoa recebe em média de radiação no meio ambiente em três anos. 

- As mulheres devem sempre informar seu médico ou tecnólogo CT se há alguma possibilidade de estarem grávidas.

- A TC em geral, não é recomendado para mulheres grávidas a menos que seja extremamente necessário, devido ao risco potencial para o bebê. 

- As mães que amamentam devem aguardar 24 horas após a injeção de contraste antes de retomar a amamentação. 

- O risco de reação adversas grave aos materiais de contraste que contêm iodo é extremamente rara, e serviços de radiologia estão bem equipados para lidar com eles. 

- Porque as crianças são mais sensíveis à radiação, eles devem ter um estudo do CT só se for essencial para fazer um diagnóstico e não deve ter repetido estudos CT menos que seja absolutamente necessário.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quando é realizada a Tomografia Computadorizada do Abdômen ou Pelvis?

Em casos que há necessidade de diagnosticar a causa da dor abdominal ou pélvica e doenças de órgãos internos, intestino delgado e cólon, como por exemplo:

- Infecções como apendicite e diverticulite;

- Processos inflamatórios como pancreatite, pielonefrite e doenças de Crhon;

- Pedra nos rins e bexiga;

- Aneurismas da aorta abdominal e outras doenças dos vasos, como coágulos e estreitamentos anormais ou estenoses dos vasos.

Esse procedimento também pode ser realizado para:

- Identificar rapidamente os danos no fígado, baço, rins ou outros órgãos internos em casos de trauma.

- Guia de biópsias e outros procedimentos como drenagens de abscesso e tumor tratamentos minimamente invasivos.

- Planejar e avaliar os resultados da cirurgia, como os transplantes de órgãos ou desvio gástrico.

- Planejar e administrar adequadamente os tratamentos de radiação para os tumores, bem como monitorar a resposta à quimioterapia.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quais são as limitações da Tomografia Computadorizada do abdômen / pelve?

É possível que uma pessoa muito grande pode não se encaixar na abertura de uma Tomografia Computadorizada Convencional ou excedam o limite de peso para a mesa móvel.

Tomografia Computadorizada do abdome pode não ser tão sensível na identificação de cálculos biliares como a ultrassonografia do abdomên.

Para algumas condições, incluindo, entre outros, fígado, glândula adrenal, rins, pâncreas e anormalidades do útero ou dos ovários, pode ser realizada uma avaliação e diagnóstico preferivelmente na Ressonância Magnética.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quando é realizada a Tomografia Computadorizada de Crânio?

A Tomografia Computadorizada do Crânio normalmente é solicitada para detectar:

- Sangramento, lesão cerebral e fraturas do crânio em pacientes com ferimentos na cabeça;

- Sangramento causado por um vazamento ou ruptura de aneurisma em um paciente com dor de cabeça súbita grave;

- Um coágulo de sangue ou hemorragia cerebral após sintomas de derrame;

- Um acidente vascular cerebral;

- Tumores cerebrais;

- Ventrículos aumentados de tamanho em pacientes com hidrocefalia;

- Doenças ou malformações do crânio.

Este exame também é realizado para:

- Avaliar a extensão de lesões ósseas e tecidos moles em pacientes com traumatismo facial, reconstrução e planejamento cirúrgico;

- Diagnosticar doenças do osso temporal que podem causar problemas de audição;

- Determinar se inflamação ou outras alterações estão presentes nos seios paranasais;

- Programar radioterapia para tratamento de câncer cerebral ou de outros tecidos.

- Orientar biópsia para retirada de amostra de tecido do cérebro;

- Avaliar aneurismas ou malformações arteriovenosas através de uma técnica chamada angiotomografia.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quais são as limitações da Tomografia Computadorizada do crânio?

Uma pessoa que é muito grande não pode caber a abertura de um tomógrafo convencional ou pode ser superior a capacidade máxima de peso da mesa.

Comparado a imagem latente, os detalhes precisos dos tecidos moles (principalmente o cérebro, incluindo os processos da doença) são menos visíveis na TC. A TC não é sensível para detectar a inflamação das meninges, membranas que recobrem o cérebro.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quando é realizada a Tomografia Computadorizada de Tórax?

Este exame é realizado quando é necessário:

- Continuar a análise das anomalias encontradas no raios-x convencional;

- Ajudar a diagnosticar a causa de sintomas clínicos de doença pulmonar, como tosse, falta de ar, dor no peito ou febre;

- Detectar e avaliar a extensão de tumores que surgem no pulmão ou se propogam de outras regiões;

- Avaliar se os tumores estão respondendo ao tratamento;

- Ajudar na programação da radioterapia;

- Avaliar lesão no tórax, incluindo os vasos sanguíneos, pulmões, costelas e coluna vertebral;

- Demonstrar várias doenças pulmonares, entre elas o câncer de pulmão, pneumonia, tuberculose, enfisema, bronquiectasias, inflamação ou outras doenças da pleura que cobre o pulmão e doença pulmonar intersticial difusa.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quais são as limitações da Tomografia Computadorizada do Tórax?

Uma pessoa que é muito grande pode não caber na abertura de um tomógrafo convencional ou pode ser superior a capacidade máxima de peso da mesa.  

A Ressonância Magnética pode ser melhor do que a TC para mostrar alguns tipos de anormalidades de tecidos moles.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quando é realizada a Tomografia Computadorizada da Coluna vertebral?

Talvez o uso mais freqüente de Tomografia Computadorizada da Coluna Vertebral é detectar ou descartar danos sofridos por pacientes acidentados. 

A TC da Coluna também é realizada para: 

- Avaliar a coluna antes e após a cirurgia;

- Detectar vários tipos de tumores na coluna vertebral, incluindo aqueles que estão dispersos em outras áreas do corpo. Alguns tumores que ocorrem em outras regiões são primeiramente identificados por possuirem depósitos de células malignas (metástases) nas vértebras, como por exemplo, o câncer de próstata;

- Ajudar a diagnosticar dores na coluna. Uma das causas mais comum identificadas pela tomografia computadorizada é a hérnia de disco;

- Medir com precisão a densidade óssea da coluna vertebral e prever a possibilidade de fraturas em pacientes propensos a osteoporose. 

- Guiar biópsias de uma área com suspeita de câncer, ou remover fluido de uma infecção localizada (abscesso).

- Em pacientes com estreitamento do canal vertebral, fratura vertebral, infecção ou doenças degenerativas, como a artrite, a TC da coluna pode fornecer informações importantes quando realizada isoladamente ou como complemento de ressonância magnética (MRI)

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Quais são as limitações da Tomografia Computadorizada da Coluna vertebral?

Uma pessoa que é muito grande pode não na abertura de um tomógrafo convencional ou pode ser superior a capacidade máxima de peso da mesa.  

A TC de coluna não mostra detalhes o suficiente para avaliar adequadamente a medula espinhal. Neste caso RM pode ser mais adequada para demonstrar ligamentos feridos, o estado dos discos intervertebrais e hematomas na região da coluna vertebral.

Fonte: RSNA - Tradução Google  

Telefone de contato ?

(62) 3224-2002